sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Serra é caso de polícia. Por que a Dra. Cureau não age?



Sandra "Q-horror" Tijolaço 15/10/2010 Brizola Neto

Alertado por um comentarista, trago a vocês esta inacreditável matéria do Correio Braziliense, assinada pelo repórte Ulisses Campbell, que dá conta de um esforço articulado da campanha de Serra para, através de telemarketing, espalhar mais mentiras e canalhices sobre Dilma Rousseff.
Não é mais obra de alguns serristas “aloprados”, é um esforço nacional, articulado e caríssimo para interferir nas eleições. É um caso policial, está acontecendo e não existe uma voz neste país que se levante contra este tipo de métodos. Onde está o Ministério Público Federal? As pessoas que recebem os telefonemas estão identificadas, a origem deles pode ser obtida de imediato.

Não seria preciso ninguém agir, mas a Dra. Sandra Cureau parece estar ocupada demais com as preferências políticas dos jornalistas, preparando ações contra os blogs, e pode não ter lido o jornal que circula na cidade onde trabalha.

Então é melhor que os dirigentes do PT parem de dar entrevistas dizendo o que os jornais querem ouvir sobre os problemas da campanha e representem imediatamente à Justiça Eleitoral diante deste fato, que está público e publicado em um grande jornal.

É inacreditável como a campanha de Serra transformou a disputa política em atos de banditismo explícito..
Marcadores: Também do Blog ContrapontoPIG.

Nenhum comentário:

Postar um comentário