terça-feira, 9 de agosto de 2011

inteira e nua


 na areia da praia
onde a espuma branca
esperma desse mar
que tenho imenso
nesse vai e vem das ondas
e das horas que espero
o instante do mergulho
exato
como as marés
e as correntes
do marítimo desejo
dos mariscos das arraias
das estrelas
do homem que te quer
inteira e nua
toda noite todo dia
no raio de sol
beijo de lua
e a semente do amor
em sendo tua
 toda alga
no teu corpo semear

arturgomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário