fulinaíma

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Oficina de Artes Cênicas - O Espelho


Oficina Artes Cênicas - O Espelho
SESC Campos - 


de 5 a 26 de maio - das 15 às 18h
Tendo o Espelho como elemento cênico desenvolver uma pesquisa no universo surrealista do dramaturgo Espanhol Fernando Arrabal tendo como pano de fundo os textos: Fando e Lis e Guernica.
Com o ator poeta e Diretor de Teatral: Artur Gomes





quinta-feira, 21 de abril de 2016

em carne viva em carne crua




em carne viva em carne crua

a noite assombra
nos lençóis da nossa cama
depois de lamber teu sexo
em carne viva carne crua
meu olho cravado em tua lua
toda branca
toda nua

a bunda virada pro mar
a frente janela pra rua

não sei quantas palavras
ainda terei que inventar
pra significar a coisa
que ainda não tem nome

a coisa cínica
a coisa sântrica
como linha do novelo
essa onda me pega Atlântica
da sola dos pés até a ponta
do último fio de cabelo

Artur Gomes 
www.fulinaimcas2.blogspot.com 





domingo, 17 de abril de 2016

são saruê 4



são saruê 4

são bento dos anjos
que me proteja
da cachaça da cerveja
de todo vento que sopra
às margens do são Francisco
por todo peixe que arrisco
encaro de frente o curisco
o coronel e sua tropa
na velha são saruê

Artur Gomes II

terça-feira, 12 de abril de 2016

fulinaimagem



fulinaimagem

por enquanto
vou te amar assim em segredo
como se o sagrado fosse
o maior dos pecados originais
e minha língua fosse
só furor dos Canibais
e essa lua mansa fosse faca
a afiar os versos que inda não fiz
e as brigas de amor que nunca quis

mesmo quando o projeto
aponta outra direção embaixo do nariz
e é mais concreto  que a argamassa do abstrato

por enquanto vou te amar assim
admirando teu retrato pensando a  minha idade
e o que trago da cidade embaixo as solas dos sapatos

o que trago
embaixo as solas dos sapatos é fato
bagana acesa
sobra do do cigarro é sarro
dentro do carro ainda ouço Jimmi Hendrix
quando quero
dancei bolero sampleAndo rock and roll

prá colher lírios
há que se por o pé na lama
a seda pura foto-síntese do papel

tem Flor de Lótus nos bordéis Copacabana
procuro um mix da guitarra de Santana
com os espinhos da Rosa de Noel

Artur Gomes


são saruê 1



são saruê 1

o vento nordeste
atiça meu ser cabra da peste
assumo o risco
sou diabo sou curisco
boto a peixeira na cinta
pra pular fogueira
em noites de São João
meu Xangô Xangô menino
viva o povo nordestino
nosso deus é Lampião
Artur Gomes II
FULINAIMAGEM - A Poesia Proibida de Artur Gomes


segunda-feira, 11 de abril de 2016

jura secreta 60


Jura secreta 60

jogo de dadaísta
não sou iluminista nem pretender
eu quero o cravo e a rosa 
cumer o verso e a prosa
devorar a lírica a métrica
a carne da musa
seja branca negra amarela
vermelha verde ou cafuza
eu sou do mato
curupira carrapato
sou da febre sou dos ossos
sou da Lira do Delírio
São Virgílio é o meu sócio
Pernambuco Amaralina
vida breve ou sempre vida/severina
sendo mulher ou só menina
que sendo santa prostituta
ou cafetina devorar é minha sina
e profanar é o meu negócio


sexta-feira, 8 de abril de 2016

jura secreta 133


Jura secreta 133

fosse alguma estrela de Vênus
ou apenas fosse  Afrodite de Zeus
meus olhos de tigre alcançam
teus olhos dentro dos meus
mesmo em outras galáxias
viajantes de um outro universo
nas asas aladas de um deus
teu corpo me foi prometido
sou filho de quem Prometeu

Artur Gomes